Setembro Amarelo: campanha internacional de prevenção ao suicídio

O poder público deve implantar programas de prevenção e amparo a pessoas que manifestam tendências a cometer suicídio. As estáticas com relação ao suicídio só crescem, muito pela competição diária que todo ser humano tem para viver seu dia a dia, além de vários outros fatores que interferem diretamente no cotidiano, como a depressão.

As Câmaras municipais podem debater o assunto através de audiências públicas para discutir ações  junto à população, contribuindo através de campanhas educativas e programas de apoio à essas pessoas. Os debates nas casas legislativas poderão contar com a participação de profissionais de saúde especializados no assunto.

1

3

4

Fábio Tajra

Escola Legislativa UVC

Twitter

Instagram

Newsletter