Terapias alternativas disponíveis no SUS

Acupuntura, terapias holísticas, águas florais, cromoterapia, são terapias de saúde que passam a integrar o SUS – Sistema Único de Saúde. Esta decisão foi proferida pelo Ministério da Saúde.

Ilustra_SUS_terapias-alternativas

O Ministério apurou relatórios de diversas entidades científicas que comprovam a eficácia no tratamento de algumas doenças, servindo como auxilio na ação médica tradicional. O efeito, diz a pasta, é promover bem-estar e diminuir o estresse e a ansiedade. Baseadas em conhecimentos tradicionais, práticas como essas têm sido adotadas com maior frequência em unidades da rede pública de saúde. Com a ampliação, anunciada, serão 29 práticas desse tipo disponíveis para os pacientes. No SUS, são chamadas de “práticas integrativas” ou “complementares” à medicina convencional. Cabe às unidades de saúde municipal e estadual decidir se adotam ou não os tratamentos. 88% deles são oferecidos na rede de atenção básica.

A lista das atividades pode ser solicitada pela Secretaria Municipal de Saúde ao Ministério da Saúde e o Poder Legislativo deve oportunizar essa discussão através de requerimento e audiência pública tratando com especialistas.

Faço o download do requerimento clicando aqui > Requerimento Medicina alternativa

Fábio Tajra

Escolegis UVC

Twitter

Instagram

Newsletter